O Fórum Empresarial Moçambique-Itália, agendado de 2 a 5 de junho, visa reforçar ainda mais os laços económicos entre os dois países, com destaque para os sectores da energia, agricultura e infra-estruturas.

SIMONE SANTI

De 2 a 5 de junho, a cidade de Maputo vai acolher o Fórum Empresarial Moçambique-Itália, um evento fundamental para o reforço das relações económicas bilaterais entre os dois países. Esta iniciativa ocorre numa altura em que Moçambique regista um crescimento económico significativo, impulsionado sobretudo por projectos impressionantes nos sectores das energias renováveis e da extração de gás.

Com investimentos superiores a 60 mil milhões de euros para os próximos anos, os grandes gigantes da energia, como a ENI, a EXXON e a Total Energies, estão a concentrar-se na produção de gás, criando ao mesmo tempo numerosas oportunidades para subcontratantes e fornecedores de bens e serviços. Em particular, a empresa italiana Saipem está na vanguarda de projectos que incluem a construção de comboios de liquefação de gás.

Paralelamente, Moçambique está também a investir fortemente no sector das energias renováveis, com um plano de transição energética de 80 mil milhões de euros. Este plano inclui a construção de uma enorme central hidroelétrica no valor de cerca de 6 mil milhões de EUR, bem como investimentos em energia solar, eólica e mini-redes fora da rede.

A importância da Itália como parceiro comercial de Moçambique está a aumentar de forma constante. Em 2022, a Itália foi confirmada como o segundo maior investidor europeu e o quarto maior investidor mundial em Moçambique, com investimentos directos estrangeiros superiores a 150 milhões de dólares. Estes fundos foram principalmente dirigidos para a indústria mineira, mas os sectores da agricultura e do mobiliário também registaram uma contribuição italiana significativa, com importações no valor de mais de 18 milhões de euros.

O fórum de junho servirá não só para consolidar estes laços, mas também para explorar novas oportunidades de investimento e de colaboração. Será um momento crucial para as empresas italianas interessadas em expandir a sua presença num dos mercados mais promissores da África Subsaariana.

O Fórum Empresarial Moçambique-Itália parece, portanto, destinado a ser um marco para o futuro económico de ambos os países, oferecendo uma visão concreta do potencial de crescimento e desenvolvimento sustentado através do envolvimento mútuo em vários sectores-chave da economia global.

(Associated Medias) – Todos os direitos reservados